2ª CHAMADA DO PROUNI 2017/1 JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

20-02-17 FIG 0 comment

Foi liberada nesta segunda-feira, 20 de fevereiro, a segunda chamada da 1ª edição de 2017 do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os classificados têm até sexta-feira, 24, para efetivar a matrícula. O procedimento de matrícula consiste no comparecimento à respectiva instituição e comprovação das informações prestadas na ficha de inscrição. Os horários e locais devem ser consultados nas próprias universidades. Além dos documentos de identificação, inclusive dos membros do grupo familiar, são exigidos comprovantes de residência; rendimentos; separação, divórcio ou óbito dos pais; pagamento de pensão alimentícia, ensino médio; professor de educação básica e/ou deficiência (veja aqui). As instituições emitem e entregam aos candidatos um protocolo de recebimento da documentação. Algumas instituições poderão submeter os pré-selecionados, ainda, a um processo seletivo próprio, desde que expliquem formalmente a natureza e os critérios de aprovação em até 24 horas. Bolsas de estudo Os candidatos que não forem pré-selecionados nas duas chamadas poderão manifestar interesse em participar da lista de espera nos dias 7 e 8 de março. A lista será liberada para as instituições no dia 10 do mesmo mês e, neste caso, a comprovação acontece nos dias 13 e 14 seguintes. A oferta inicial era de 214.110 bolsas de estudos, mas houve a ampliação para 214.242. As oportunidades são para 13.521 cursos em 1.065 instituições privadas de educação superior, em cursos de graduação e sequenciais de formação específica. Das bolsas oferecidas, 103.719 são integrais e voltadas para estudantes com renda familiar mensal de até um salário mínimo e meio (R$ 1.405,50) por pessoa. Já as demais são parciais e contemplam participantes com renda familiar de até três salários mínimos (R$ 2.811). ProUni O Programa é voltado para brasileiros não portadores de diploma de curso superior, que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016 e cursaram o ensino médio completo em escola de rede pública ou em colégio particular na condição de bolsista integral. Os estudantes que cursaram o ensino médio parcialmente em escola pública e parcialmente em instituição privada como bolsista integral, pessoas com deficiência e professores da rede pública de ensino, no efetivo exercício do magistério da educação básica, também foram aceitos. No total, 1.535.042 candidatos se inscreveram nesta edição, o equivalente a 2.976.550 inscrições, já que cada um tinha o direito de escolher duas opções de curso. A relação de candidatos por vaga foi de 7,16 e o curso mais disputado foi direito com 268.864 inscrições. Mais informações podem ser obtidas no Edital ou pelo telefone 0800-616161.


Leave a reply


*